17 Comentários
Mar 2, 2023Gostado por Vanessa Guedes

Quem segue na fórmula, não necessariamente busca/encontra amor. Talvez, inconscientemente, busque pertencimento, aprovação externa. Diria que desfazer das fórmulas é urgente para quem quer encontrar amor. 💖 obrigada pelas reflexões maravilhosas!

Expand full comment
author

realmente, faz sentido!

talvez as pessoas nem questionem a questão do que é o amor em si, mas só entrem numa lógica automática de repetição do que veem por aí. adorei a observação!

Expand full comment
Mar 2, 2023Gostado por Vanessa Guedes

exercer a criatividade é lindo, pois tb é sair um pouco de si, sem sair, e prestar atenção em outras pessoas. adorei a news!

Expand full comment
author

sim!! é isso <3

Expand full comment
Mar 2, 2023Gostado por Vanessa Guedes

Parece até que vc escutou minha terapeuta dizendo que amar não é fugir ou se perder no outro. Isso é o cérebro reptiliano pensando e reagindo. Também aprendi muito com bell hooks e sua visão holística do amor. Complexo, doido, mas lindo.

Expand full comment

Eu... acho que aposentei e dentro do meu peito hoje só tem tecido cicatricial, mas fico feliz que ainda haja corações batendo, criativando e amando por aí!

E obrigado pela citação! :*

Expand full comment
author

você escreveu o Romatífica, você não me engana! ❤️

Expand full comment

Vibes Octavia Butler, escrevendo sobre aquilo que tenho pouco hehehehehe

Expand full comment

Vanessa, você sempre precisa. Adorei o texto. Essa certeza que Hooks fala sobre o homem se saber amado me lembra o assunto emoções. Mulheres tendem, e são ensinadas a isso, a expressar o sentir e isso deixa ao outro pistas. Claro que tem o poder patriarcal e da obviedade de que se será amado envolvido. Mas, penso que o amor, uma relação amorosa em si, não se sustenta sem essas troca de sentimentos de forma equilibrada e me parece que os homens ainda pouco sabem expressar. Provavelmente nem o vocabulário os chega. E aí, entra também a criatividade, né? E o se abrir, se jogar, se manifestar de formas variadas. Sem o se entregar a vida - com esse cotidiano tão medido e comedido - quem ama e quem cria se isso envolve arriscar?

Obrigada pela citação aqui. Você é dessas raridades da integridade na internet.

Expand full comment
author

amiga! sim! "quem ama e quem cria se isso envolve arriscar?"

essa é a crise. enfim... e vc sempre dando esse arremate.

Expand full comment
Mar 4, 2023Gostado por Vanessa Guedes

Parabéns pelo texto. Fiquei pensando em como exercer a criatividade pra vida. Talvez ela more em não ler receitas e fazer a sua própria . Sempre fui atrás de receitas, tô chegando a conclusão que é cilada. Só preciso me impulsionar pra parar isso urgente.

Expand full comment
author

sim!!!! receitas são interessantes para dar ideias do que pode ser feito, mas a gente pode ter nossas próprias criações. é isso mesmo 😊

Expand full comment
Mar 4, 2023Gostado por Vanessa Guedes

Duro é que às vezes a gente desconfia de si no caminho de criar novos jeitos de afeto, encontro e amor. Indo reler a bell hooks agora . Fiquei com saudades 😝

Expand full comment

Adorei esse texto e curti muito o conceito da “criatividade passiva”!

E, claro: comunicação é tudo na vida!

Expand full comment

Achei muito interessante você trazer como exemplo o veganismo, as possibilidades que ele pode trazer quando você deixa de buscar o "igual" e se abre para o novo. Eu fiz isso a mais de seis anos (com o veganismo) e isso se expandiu para a vida, mas confesso que não tinha parado para me atentar aos detalhes, as conexões... Estou amando as séries que tem escrito, parabéns pela escrita Vanessa!

Expand full comment
author

eu adoro estabelecer conexões entre esses aprendizados da vida. fico muito feliz de ler esse comentário, fez meu dia :) obrigada

Expand full comment

Eu também (posso dizer que penso demais, talvez 😅), e tem um gostinho muito bom quando encontramos pessoas com interesses parecidos, porém vivências não iguais, isso é bom ❤️

Expand full comment